Lembra do último post?

O que faltava acontecer, aconteceu. Estou no Rio de Janeiro, uma baita sol lá fora e eu de gesso. NINGUÉM merece isso:!::!::!:

Principalmente sabendo que em 2 dias, estou de volta à São Paulo…:cry::cry::cry:

Pra ilustara uma foto ANTES do acidente:

Slingando no Rio!
Slingando no Rio!
De pé engessado, na cadeira de rodas do shopping, fazendo compras, segurando a Valentina e ainda dando a mamadeira! Mãe-polvo é outra coisa!
De pé engessado, na cadeira de rodas do shopping, fazendo compras, segurando a Valentina e ainda dando a mamadeira! Mãe-polvo é outra coisa!
Valentina e Benji, dois bebês!
Valentina e Benji, dois bebês!
Advertisements

E a semana vai indo bem…

Caí do cavalo. Literalmente. O galo na cabeça e o roxo na perna não me deixam mentir. Mas se eu disser que foi porque a rédea arrebentou, ninguém acredita, é?

Olha a fera que me derrubou. E a Valentina andou nele depois disso!
Olha a fera que me derrubou. E a Valentina andou nele depois disso!

E hoje perdi o celular. Com todos os contatos daqui do Brasil. Pelo menos o chip do Canadá tá comigo, ufa! Agora taca eu ir atrás de um baratinho e pré-pago….
Sabe como eu perdi o celular? Indo comprar pão, provavelmente quando desci do carro ou quando entrei de novo…
E o que aconteceu com o pão? O gato comeu. Sério. Ele tem crise de identidade e acha que é cachorro, só pode.

O gatorro. Alguém conhece gato com dupla personalidade?
O gatorro. Alguém conhece gato com dupla personalidade?

Mais alguma coisa pra essa semana ou já tá bom? :roll:

Feliz Aniversário no dia das mães, vovó!

10 de maio sempre foi um dia especial. Este ano, em dobro. É aniversário da minha mãe e o primeiro Dia das Mães como vovó…

Então nada mais justo que deixar essa pequena homenagem pra essa mulher forte e decidida, que sempre foi meu porto seguro.

Feliz aniversário, mamãe! E feliz Dia das Mães, vovó!

:razz:

http://www.scrapblog.com/viewer/viewer_v2_embed.swf?scrapblogId=1693936&showShareButton=true&showShareInitially=true&showOnlyShare=false&partnerId=1

Valentina no Brasil

Demorei pra postar porque havia esquecido a senha… só conseguia entrar no blog com o meu próprio laptop e, quem disse que eu conseguia conectar à internet da casa da minha mãe? Só hoje, num Café do Ponto, pagando R$9 por 2hrs….

Bom, pra quemvai viajar com bebês, como muita gente já me disse, essa idade é a ideal. Eu estava bem apreensiva das 14 horas de vôo, sozinha com a baixinha, 3 malas, a malinha de mão dela e minha mochila com as tranqueiras tecnológicas (laptop, câmera, filmadora, etc).

Pra começar bem, em Vancouver o vôo atrasou quase 2 horas. Pelo menos, a Valentina já tinha mamado e estava de bom humor. Entrou no avião e apagou. A viagem toda praticamente. As atendentes foram ótimas, me ajudaram muito, trocaram a pessoa que estava ao meu lado para outro assento, seguraram ela enquanto fui ao banheiro, esquentaram a mamadeira…. o único porém foi que não acharam o bercinho que a Air Canada tem (teoricamente) disponível… mas tudo bem.

Chegando em Toronto, lembrei que o embarque pra SP era do outro lado do aeroporto. Ninguém merece, né? Em compensação, as malas são despachadas diretamente de Vancouver.

As atendentes também muito simpáticas, conseguiram o bercinho e o assento ao lado vazio. A baixinha chorou 10 minutos e dormiu. De novo, a viagem toda. Acordou 1x pra mamar e só.

Já passeamos bastante (falei que ela é rueira?), conheceu os tios, brinca um monte com a vovó e tá conhecendo as tias postiças do Brasil.

E come que é uma coisa. Ontem mesmo tive que dar 2 mamadeiras seguidas e ela não passou mal.

Acho que os ares daqui têm feito bem à ela. Está dormindo muitíssimo bem, das 20h às 7 da manhã seguido. Acorda pra mamar e dorme de novo até 10, 11 da manhã (como foi hoje). Kam tá perguntando se estou colocando bebida no leite dela, rs :lol:.

O que tem me impressionado:

1) A quantidade de babás no shopping. Vai a mãe, 0 bebê no carrinho e a babá (porque elas têm de vestir branco?), claro, levando o carrinho enquanto a mãe falava no celular. Isso num sábado, domingo… Ou como vi, a mãe, o pai e a avó, um bebê só e a babá. Alguém me explica a necessidade? Ainda se fossem mais crianças, gêmeos, sei lá, mas esse negócio de levar babá pro shopping ainda não entra na minha cabeça.

2) O que tem de Starbucks por aqui. Da última vez que vim, só tinha uma loja, no shopping morumbi. E preços altíssimos. Um café grande e um muffin chega a quase R$20. Se converter, até dá o valor que pagamos no Canadá. Mas aqui, o povo ganha em Real mesmo e muito menos que lá, né?

3) Os preços. Tudo muito caro por aqui. Fui no mercado, comprei 3 caixas de suco, 1 de água de côco e água sanitária. $20. Peguei um taxi e uma corrida de 15-20 minutos me saiu $35 (e nem foi bandeira 2).  E sim, muito trânsito, muita poluição. Coisas para bebês, caríssimas. Um brinquedinho super simples (um móbile com patinhos de plástico da Grow), R$20. Um tapetinho pra Valentina brincar, com móbiles, não sai por menos de R$100. Bonecas a R$300, tranquilamente. Na Tip Top, uma mala de fraldas por R$150. E pior é ter que ouvir os preços fazendo cara de passagem, né?

Bom, como nem tudo é ruim, tem sempre a parte boa. Ver os amigos e a família, um tempo excelente (pra mim, né, porque pra minha mãe, já tá frio), sem chuva (yay!), milkshake de ovomaltine do Bob’s, torta de brigadeiro do Amor aos Pedaços, pizza de verdade, churrasco, cerveja que dá pra comprar em toda esquina. E o melhor: fila preferencial em qualquer lugar, hahaha. Nunca imaginei que faria parte disso, rs. E pensar que isto não existe nem em pensamento lá no 1o. mundo….

Não tô ficando linda?
Não tô ficando linda?