Mamãe fala português!

Outro dia a Valentina fez alguma malcriação qualquer comigo e o pai disse “Valentina, say sorry to your mommy”.

E ela: “No sorry! Desculpa! Desculpa, mamãe!”.

Advertisements

Trabalhando a independência infantil

Assim como na casa de muita gente, aqui é uma correria de manhã. É o tempo de pôr uma roupa e sair, praticamente. Todos os dias, mando o café-da-manhã da Valentina pra escola para que ela durma um pouco a mais. Ninguém merece acordar cedo, né?

Nesse corre-corre, o que mais me atrapalha normalmente é pra pôr roupa. Aqui tá um tal de “I do it myself” e “I don’t want it” que haja paciência, viu? É um desgaste que estava me tirando do sério.

Pois bem, essa semana estou de molho em casa por conta de uma cirurgia, então nossa rotina de manhã está mais relaxada. Ela tem ido todos os dias pra escola pois ainda me incomoda ficar me mexendo o tempo todo atrás dela, rs.
Estamos acordando mais tarde (hoje ela acordou às 8:00, viva!) e tomando o café aqui, antes de levá-la.

O que mudou na rotina? Ao invés de sentar com ela e escolher o que ela quer vestir, simplesmente disse, depois que ela comeu: “agora, você vai colocar uma roupa sozinha pra gent ir pra escola”. E ela foi, feliz da vida e em menos de cinco minutos estava vestida. Sem dramas. No 3o dia, a combinação de cores e estampas está sendo aprovada. E vai ficar assim que está muito bom. Aliás, roxo, laranja, rosa e salmão combinam?

Independente e curiosa

Outro drama aqui está a hora de escovar os dentes. Toda santa noite é um chororô de deixar qualquer um cansado. Resolvi mudar isso também e deixei que ela escovasse os dentes sozinha. Mas só de manhã. À noite, papai ou mamãe que escovam (claro que com choro, que é muuuuuito mais divertido, né. NOT).

Agora ela está super empolgada de escovar sozinha. Então, de manhã, escovamos juntas e ela vai vendo como eu faço e imitando (à medida em que a coordenação deixa, claro).

Foram duas pequenas mudanças na rotina que já ajudaram um monte. Hoje conseguimos ficar prontas em 50 minutos, contanto com o café-da-manhã. Se eu conseguir manter isso, dá pra sair de casa num bom horário, sem eu ficar me descabelando porque vou perder o trem (que tem horário certinho pra passar).