A fada das “petas”

Essa noite tivemos uma visita muito especial aqui em casa: “the peta fairy”, ou  a fada das petas (como ela chama a chupeta).

Na noite de sexta para sábado, conversamos, eu e ela, sobre a chupeta. Com 4 anos e meio, ela não dava nem sinal de que iria largar a “peta” sozinha. Quando eu tentava tirar da boca dela à noite, ela simplesmente pulava na minha mão pra pegar a chupeta. E isso em sono profundo. Era um tal de acordar à noite por causa disso que já estava me cansando. Sem contar que já está afetando a arcada dentária dela, significando ter que usar aparelho no futuro.

Então, comecei, como quem não quer nada, a perguntar porque ela gostava tanto da peta. Ela disse que precisava ter algo na boca, senão a boca ficava vazia. Daí foi a minha deixa para contar a história (inventada na hora, claro) da fada da chupeta.

A fada vem em casa à noite, quando todo mundo está dormindo. Ela pega as chupetas e, em troca, deixa algo que a criança quer muito, além de uma carta. Na primeira noite, a fada deixou uma carta explicando as regras pra Valentina. Nisso, consegui uma noite de aviso prévio, assim ela podia usar a chupeta, sabendo que seria a última noite.

No dia seguinte, lemos a carta juntas e escrevemos uma resposta. Valentina pediu um kinder ovo, um coelho de chocolate e uma Barbie. No final do dia, fui até a loja, comprei a Barbie com um cavalo, que ela adora. À noite, ela apagou no sofá enquanto assistia um desenho. Foi de chupeta mesmo. Como seria a última noite, não me importei e tirei depois que a coloquei na cama.

De madrugada, ela acordou pedindo a chupeta. Quando disse que a fada iria levar embora, ela chorou um choro tão sentido, que me fez perguntar se estava fazendo o certo. Pediu mais um pouco, chorou mais um pouco e no meio do choro, disse “bye bye peta”, aos prantos. E dormiu. Juro que nesta hora, quase desisti. Mas fui firme e ela ficou bem o resto da noite.

Hoje ela acordou com as surpresas. O chocolate que ela pediu tanto e a boneca. Parecia criança no natal. Durante o dia a relembrei algumas vezes que não tinha mais peta e ela ficou ok. Vamos ver agora à noite. Já já é hora dela dormir e, pela primeira vez, não terá chupeta para ajudá-la a pegar no sono. Com sorte, não teremos tanto choro….