Valentina – 6 meses

E nem parece que meio ano já passou….

No dia em que você nasceu...
No dia em que você nasceu...

Você está virando uma mocinha com muita personalidade e muito, muito querida. É tão gostoso acordar de manhã e ser recebida com um sorriso lindo seu…. você tem dormido super bem: 10-12hrs seguidas. Pede a chupeta algumas vezes, mas nada de chororô, nem nada. Logo logo você vai conseguir achar a chupeta sozinha, eu acho. Por volta das 19h já começa a pedir pra dormir. É sempre entre 19h e 20h30 e daí vai umas 5-6h da manhã. Às vezes, até 7h30! Hoje você acordou 6h30, tomou seu leite às 7h, voltou a dormir 7h30 e foi até às 9h30.  E eu te acompanho, claro! Se bem que, pensando aqui com meus botões, acho que sei de que você puxou… e se depender da sua mãe dorminhoca, você vai dormir ainda mais!

15 dias: Seu primeiro ano-novo!
15 dias: Seu primeiro ano-novo!

O que você tem feito é tentado descobrir como é que pôe a chupeta na boca. Pega-a de lado, de costas, do outro lado até achar o bico. Mas nem por isso você fica estressada, já que está na fase em que TUDO tem que ir pra boca…. seu mordedor favorito continua sendo meu dedo. E mesmo sem dente, você morde forte que até dói.

2 meses - Tá ou não tá a cara do pai nessa foto?
2 meses - Tá ou não tá a cara do pai nessa foto?

Ontem você descobriu que dá pra pôr o pé na boca. Ainda não muita força pra ficar segurando o pé, mas agarra e não quer soltar… o dia todo!!

Seu desenvolvimento tem sido espantoso. Principalmente pro seu pai que ficou sem te ver por quase 2 meses. Enquanto você tomava vitamina D natural lá no Brasil). Você tá com 7,5kg e 69cm. Grandona! E pensar que você era tão pequenininha quando nasceu….

3 meses - Conhecendo o seu primeiro grande amigo
3 meses - Conhecendo o seu primeiro grande amigo

Agora você está mais alerta, ativa, descobrindo o mundo. Tá se sentando sozinha (com um pouquinho de ajuda ainda, mas tá quase!), tenta se virar (já fica de lado!) pra agarrar seus brinquedos. E o mais legal: quer ficar em pé. Mas como você ainda não se senta sozinha nem nada, eu te ponho de pé e quem disse que você quer saber de dobrar a perna? Nada! E ainda se apóia sozinha na nossa mesa de centro.

A sua música favorita é a do Ursinho Pimpão, quem diria! Será que é porque era a favorita da sua mãe quando criança? Outro dia viemos de downtown até em casa ouvindo a música over and over, pois era a única maneira de você não chorar…

3-4 meses: de brinco!
3-4 meses: de brinco!

Você tem adorado brincar com os sons, fica “cantando” o tempo todo, principalmente de manhã, quando seu humor é o melhor possível! Está descobrindo os brinquedos, e que os brinquedos fazem barulho. Principalmente quando dá pra ficar batendo-o em algum lugar ou quando você os joga longe. Ontem mesmo você tacou um brinquedo no Eithor, que dormia no sofá, tadinho. Ele ficou olhando com cara de “alguém anotou a placa?”….

Você está começando a reconhecer as pessoas. Seu pai ficou super espantado na 2a. feira. Depois de uma tarde gostosa no parque, chegamos em casa e seu pai foi comigo até seu quarto para te trocarmos e prepararmos o seu banho. Na hora em que ele saiu do seu quarto, não é que você abriu um berreiro que só passou quando ele voltou? Agora ele tá lá, todo bobo: “ela me reconheceu….!”….:grin:

Você anda TÃO sorridente, que dá vontade de apertar e beijar o tempo todo! Mas, sendo sargentário como diz a sua tia Thaís, quando você tem fome e sono, o 3o. e o 4o. pulmões ficam ligados no máximo…. sua avó já disse que qualquer dia o Conselho Tutelar ia bater em casa, de tão grande é o escândalo. Parece até que eu não te dou comida, né? [piada interna: tem até celulite nas banhas!]….

E já cortou o cabelo!
E já cortou o cabelo!
Mal aprendi a sentar e já quero ficar em pé!
Mal aprendi a sentar e já quero ficar em pé!
Advertisements

Abaixo-assinado pela reabertura da Casa de Parto de Realengo

Participe da Campanha a favor das Casas de Parto!

A Casa de Parto David Capistrano Filho é uma unidade integrante do sistema de saúde, de assistência as gestantes com gravidez de baixo risco, situada em Realengo, AP 5.1 e funciona desde março de 2004. Na região sudeste, é a segunda implantada, a primeira foi inaugurada há 11 anos em São Paulo e seus resultados maternos e perinatais são bastante encorajadores, tanto em relação à segurança, quanto à qualidade da experiência para a mulher e sua família.

Sua implantação aconteceu em conjunto com o Ministério da Saúde, de acordo com a Portaria 985, 05/08/1999 do Ministério da Saúde, como estabelecimento autônomo (unidade isolada). O objetivo deste serviço é favorecer o nascimento humanizado com acolhimento e proteção dos direitos da mulher e do bebê.

Todo o atendimento obstétrico e neonatal é realizado por 18 enfermeiras obstétricas especialistas, com longa experiência na área, apoiadas por 08 técnicos de enfermagem, 02 assistentes sociais e 01 nutricionista. Este é o mesmo grupo desde a sua inauguração, não havendo flutuação no seu quadro funcional, uma vez que estes profissionais estão integrados a proposta de qualificação da Atenção Perinatal da SMSDC.

A Casa de Parto tem sua diretora como responsável técnica, conforme Certidão de Responsabilidades Técnica nº. 852/08 – COREN/RJ, respeitando a RCD nº 36 de 2008 em seu anexo I item 3.9. A unidade presta assistência segundo protocolos elaborados pelo grupo técnico da SMSDC, respeitando os critérios de risco consagrados na atualidade.

Nestes 05 anos de funcionamento a casa de parto realizou 1350 partos, trazendo ao mundo carioquinha saudáveis, além de realizar em média 820 consultas de pré-natal por mês, com 116 grupos educativos com gestantes. O serviço de referência para os casos que fogem à normalidade é a Maternidade Alexander Fleming, segundo a resolução SMS nº 1041 de 2004. Existe no local uma ambulância 24horas, garantindo segurança quando há necessidade de transferência, evitando a peregrinação da gestante. Desde sua inauguração, a casa de parto promove capacitações em pré-natal de baixo risco para os profissionais de saúde de toda a rede municipal de saúde e como campo de estágio para pós-graduação de enfermeiros obstétricos. A formalização da unidade como centro formador está em curso junto a Faculdade de enfermagem da UERJ. A inspeção regular da SUVISA- SESDEC/RJ em 09 de fevereiro de 2009 apontou algumas pendências que estão em fase de adequação. Algumas pendências não são pertinentes por se tratar de unidade “Centro de parto nomal” como estabelecimento autônomo (unidade isolada). Na avaliação atual da Área Técnica de Saúde da Mulher (SUBPAV) e da Superintendência de Maternidades (SUBHUE) há absoluto cumprimento das normas e protocolos definidos para atuação desse tipo de unidade de saúde ratificando o compromisso da SMSDC com a qualidade da assistência as mulher e crianças cariocas.

(Texto enviado pela Casa de Parto David Capistrano Filho – RJ)