Amar a mamãe, pra quê?

Valentina e eu conversando hoje cedo. Ela queria pôr uma blusa que estava pequena. Expliquei que ela tinha crescido e tals:
-Mami, when I grow up, I want to be a mamãe!
-Você quer ser uma mamãe? Por quê? (eu, já esperando AQUELA declaração de amor)
-Because I can cook eggs!

(pelo menos ela adora meu ovo mexido, né?)

Advertisements

A barriga

Valentina anda super interessada em assuntos do corpo. Provalvemente, porque aprendeu sobre mamíferos e agora está aprendendo sobre o corpo humano. Ela sabe que estava na minha barriga e que a barriga era grande. Sabe que os mamíferos tomam leite do peito da mãe e que humanos, cachorros, gatos e cavalos são mamíferos.

Outro dia, estávamos deitadas na cama, lendo um livro. Ela começa a cutucar minha barriga e solta:
– Mami, I love sua barriga!
– Por quê, Valentina?
– Because I was inside there! (porque eu estava lá dentro!)

Ainda bem que não perguntou como entrou lá nem como saiu, ufa!

Minha pequena leitora

Uma coisa que eu tenho ficado impressionada com a Valentina, é como ela já reconhece tantas letras. Ela adora livros e gibis da Mônica. Toda noite, são 4-5 livros (ou até mais, dependendo do poder de enrolação dela).
Outro dia, estava sentada com ela, e comecei a ver se ela sabia quais letras eram aquelas. E não é que ela reconheceu uns 80%? Isso porque ela não está sendo alfabetizada ainda. Na escola, eles apresentam as letras e os sons que ela fazem (“m sounds mmmmm”). Acho esse jeito muito interessante. O poder de retenção é incrível e, aparentemente, todos os brinquedinhos aqui ensinam do mesmo jeito (o som que cada letra faz), nada de c+a, ca e s+a, sa = casa.
Em setembro, ela começa a escola. Embora eu ainda tenha minhas incertezas sobre isso, eu noto, a cada dia, o quanto ela está se desenvolvendo e interessada. Não tenho dúvidas de que, quando eu menos notar, ela vai estar lendo sozinha. Ela pega os livros, fica horas com eles e é capaz de contar a história baseado no que ela vê nos desenhos. Quando pega o iPad, vai direto nos joguinhos de alfabeto.
Quem a vê com um livro, jura que ela tá lendo tudinho. Fica tão concentrada! Será que vai ser leitora voraz como eu?

20130412-164425.jpg

A TV é só minha

Ontem, estávamos em casa. Você no meu iPad e eu, vendo um programa na TV. Daqui a pouco, começou a pedir pra ver seu desenho favorito, Toopy & Binou. Seu pai e eu argumentamos que você sempre vê TV e que agora era a minha vez. Sua resposta?
– I no vê TV. You vê all the time. I never have a turn!
– Valentina, você sempre assiste, agora eu estou vendo este programa e, quando acabar você pode ver.
– You not vendo TV. You are on your phone!

(não, não estava no telefone, estava fazendo o cachorro-quente dela do jantar).